Compras semanais e no comércio mais próximo de casa se tornam a preferência do consumidor na pandemia